Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



"Para Além de Capricórnio" - recensão

por Paulo Pinto, em 12.07.14

Teimosia minha: meti na cabeça que o moderadamente célebre livro de Peter Trickett, Para Além de Capricórnio, responsável pela difusão da tese do "descobrimento" da Austrália por Cristóvão de Mendonça, em 1522, merecia uma recensão crítica. Como nunca deparei com nenhuma, apesar de a obra ter sido - e continuar a ser - generosamente propagandeada pela nossa imprensa (e redes sociais) como uma "tese" fresca, credível, sedutora e alternativa às bolorentas e maçadoras verdades oficiais da nossa academia, decidi escrever eu uma. Portanto, fiz uma coisa inesperada: li o livro e apontei as inúmeras falácias, erros, grosserias, ingenuidades e ignorâncias que lá estão. Depois, encontrei alguém - a Brotéria, revista dos jesuítas portugueses - interessado em publicar um artigo sobre o assunto. Agradeço ao diretor, o P. António Vaz Pinto, SJ, a gentileza. Já saiu, e fica aqui a informação para quem quiser saber. E o desafio a quem quiser rebater o que lá está escrito. Assim que for possível, disponibilizarei o texto.

Paulo Jorge de Sousa Pinto, "A Austrália descoberta pelos Portugueses? Ficções aquém e além de Capricórnio", Brotéria, vol. 178, 5/6, maio/junho 2014, pp. 481-500.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:17


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D