Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



História, cárie e arroz integral

por Paulo Pinto, em 06.10.13

"Uma das ideias que tenho por mais enraizadas é que Portugal padece de uma espécie de “cárie histórica”. Quero com isto dizer que a nossa perceção para analisar e compreender as realidades complexas do nosso país e do mundo lá fora está muito sujeita à ação corrosiva da ignorância, do estereótipo, do imediatismo superficial e da explicação simplista, banal e dicotómica entre bons e maus, preto e branco, culpados e vítimas. É contra isto que a História pode fazer as vezes de “flúor intelectual”, providenciando uma compreensão mais profunda e a várias dimensões, concedendo perspetivas mais largas e providenciando, assim, uma melhor reflexão e conhecimento e, por consequência, uma ação mais sensata e eficaz. (...)

Na verdade, a História é como o arroz: a sua riqueza vitamínica está na casca, mas as pessoas preferem o miolo branquinho e saboroso. Portanto, os historiadores alimentam-se da casca nutritiva, onde residem as causas explicativas, as estruturas dominantes, as dinâmicas civilizacionais, os grandes rasgos interpretativos, as abordagens comparativas; o público, esse, petisca pormenores pitorescos, historietas anedóticas e curiosidades factuais, agradáveis ao palato mas muito pobres do ponto de vista nutritivo. Este livro pode portanto ser entendido como o resultado de um esforço macrobiótico para produzir, digamos, um arroz integral, que cumpra um mínimo de critérios nutricionais mas que passe nas provas de sabor e conste em menus gastronómicos."

 

(da Introdução, pp. 18-19)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:12




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D